Follow by Email

sábado, 30 de abril de 2011

VINIÇIUS DE MORÃES






DE TUDO  AO MEU AMOR SEREI ATENTO
ANTES  E COM TAL ZELO  E  SEMPRE  ENTANTO  E  MESMO EM FAÇE DO MAIOR ENCANTO ME DESENCANTO, MAIS  MEU PENSAMENTO
QUERO VIVE-LO EM CADA VÃO MOMENTO,E EM SEU LOVOR EI DE ESPALHAR MEU CANTO , E RIR  MEU RISO  E DERRAMAR  MEU PRANTO, AO SEU  PESAR  AO SEU CONTENTAMENTO.
E ASSIM QUANDO MAIS TARDE ME PROCURE,QUEM SABE A MORTE
ANGUSTIA DE QUEM VIVE,E QUEM SABE A SOLIDÃO O FIM DE QUEM AMA, EU POSSA LHE DIZER DO AMOR QUE TIVE, QUE NÃO SEJA IMORTAL,POSTO QUE É CHAMA,MAS QUE SEJA INFINITO ENQUANTO DURE








Um comentário:

  1. Lindo demais!! Esse poema é lindo demais!! Me faz lembrar minha adolescência!

    ResponderExcluir