Follow by Email

quinta-feira, 5 de maio de 2011

MAIA KOWSKY

 "NA PRIMEIRA NOITE
ELES SE APROXIMAM
E COLHEM UMA FLOR
DE NOSSO JARDIM
E NÃO DIZEMOS NADA

NA SEGUNDA NOITE
 JÁ NÃO SE ESCONDEM
PISAM AS FLORES
MATAM NOSSO CÃO
E NÃO DIZEMOS NADA
ATÉ QUE UM DIA
                                                                 O MAIS FRÁGIL DELES
                                                          ENTRA SOZINHO EM NOSSA CASA
                                                          ROUBA-NOS A LUA E
                                                          CONHECENDO NOSSO MEDO
                                             ARRANCA-NOS À VÓZ DA GARGANTA
                                              E PORQUE NÃO DISSEMOS NADA
                                             JÁ NÃO PODEMOS DIZER NADA"

Nenhum comentário:

Postar um comentário